Vale a pena ser bom?

novembro 01, 2015

Há alguns dias tenho sido acompanhada por alguns pensamentos que tem me incomodado por conta de circunstâncias diversas, um deles se resume basicamente em: 'Cara, do que adianta ser bom?' 'Pra quê? Por quem? Por quê?  Não exito em disfarçar o incômodo e quase que instantaneamente  me vem a resposta: Não adianta! Ninguém reconhece as coisas boas que você faz, e o pior é que quanto mais 'bonzinho' você é, mais as pessoas te fazem de trouxa, te usam e te sugam. 

Ser bom cansa, ser bom dói, ser bom exige de você frieza e cara de paisagem ao lidar com o egoísmo e a ingratidão do ser humano. Há uma linha muito tênue entre os dois lados da bondade, como tudo nada vida, o bem e o mal, o bom e o ruim. Ser despretensioso, caridoso e ajudar sempre sem esperar nenhum retorno ou dependência (relação de troca) é o lado bom por si só porque aos poucos você consegue tornar-se um ser melhor. O lado negativo é ser usado somente como uma pessoa-objeto que pode proporcionar algo/alguma coisa que satisfaça o interesse alheio e sempre se deparar com a 'surra' da indiferença, da frieza, da futilidade, do egoísmo e cia ltda. É inevitável, aos poucos  o lugar onde outrora se hospedava tanta bondade e vontade de ajudar vai deixando de existir e vai dando lugar a uma barreira 'casca grossa' cheia de marcas e  cicatrizes da vida.

Sabe, tenho aprendido muito com pessoas 'ruins' e venho tentando lutar comigo mesmo, tenho me superado dia após dia em não julgá-las, mas em ouvi-lás e entende-las de coração aberto. Tenho para mim que as pessoas mais asquerosas que existem foram 'fabricadas' pelas pessoas que os cercam. Cansaram de ser bons, de praticar o bem e "só se lascar" (na boa  e sempre atual linguagem popular rss). Já foram tidas como exemplo, já foram referência do quão bom eram em suas profissões, no lar ou em alguma atividade que exerciam, mas simplesmente cansaram porque não existe cota infinita pra 'trouxa'. 
Um dia a casa cai, um dia o pau da barraca voa...Hahah

Abrindo um pequeno-grande parêntese aqui: Como o ser humano é cruel, não é mesmo? Como estamos cercados de interesses egoístas e mesquinharias. Como é ruim, como é chato. Não sei você mas minha cota também não anda das mais altas com gente desse nível. Aproveitando a deixa, um pedido sincero:
Se por acaso você que está lendo isso aqui me conhece e de longeeee, me tem como referência de alguma coisa, te peço encarecidamente, PARE! Não sou, nem quero ser referência de nada pra ninguém. Referências carregam pesos desnescessários sobre seus ombros, e eu, assim como você sou um ser humano cercado de falhas, incertezas e pecados. Referências carregam o mundo nas costas, sangram e sofrem em silêncio e no primeiro tropeço são esmagadas sem dó nem piedade. Pra mim ( e pra você também, por favor) só existe uma referência, e ela atende pelo nome de Jesus, ponto final.




Ser bom cansa, dói, é difícil e vai exigir de você uma força que talvez você nem saiba que exista aí dentro de você. 
Um conselho? Continue sendo bom. 
Não, não, pera... é isso mesmo, não estou me contradizendo. Hoje, dia primeiro de novembro se eu fosse me resumir em uma palavra seria, esgotada. Em uma frase? "Esgotada, mas não vou deixar de ser quem sou por conta do mau caratismo alheio." (essa palavra existe? rss). Tá, tem o tal limite também, não adianta a 'coisa' de jogar pérolas aos porcos, mas devo cultivar a essência, entende? 

Deus me fez assim! Nem sei se isso é bom. Nem sei se agradeço ou se choro...Por mais vacilos que as pessoas cometam comigo eu não consigo deixar de ser quem eu sou, é da minha natureza. Talvez já esteja tão acostumada a lidar com a ingratidão e a covardia de tantas pessoas que a única coisa a que me agarro nesta vida é à lei do retorno e às palavras sagradas que me dizem que Deus não se deixa escarnecer, e que tudo o que eu planto hoje voltará para mim mais cedo ou mais tarde, e por isso eu continuo plantando.

Seja bom! Não queira encontrar reconhecimento, não busque recompensas, não espere nada de ninguém. Seja bom simplesmente pelo bem que te traz ser quem você é.

Seja bom! Trace seu caminho com fechos de luz e espalhe esperança por todos os lugarezinhos em que você passar nesta vida. Não seja moldado pelas circunstâncias, não se deixe esmorecer, não deixe sua luz se apagar por causa dos outros, nunca desista de sorrir e de encontrar graça e significado divino em cada pequeno milagre diário e se mesmo assim ninguém valorizar o que você é ou o que você faz, continue sendo bom. 

As circunstâncias não me movem. O que me move é saber que existe um Deus que vê o que ninguém vê, e que gera recompensas eternas. Que enxuga as lágrimas derramadas no meu 'jardim secreto' e faz brotar uma colheita farta e cheia de paz. O secreto que só Deus vê, gera recompensas que só Deus dá.



Sorrindo ou chorando, eu vou continuar plantando.
Que a graça, a sabedoria e a paz que excede todo o entendimento me governe, me guarde e guie cada um dos meus e dos seus passos.
Amém!


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

0 comentários

//]]>